sábado, 19 de maio de 2012

Qual é o destino dos animais que morreram?


A afeição pelos animais é bonita e compreensível. A Bíblia fala do cuidado protetor de Deus pelos animais (Sal. 104:21; Deut. 22:6 e 7; Mat. 6:26). E a escritora Ellen G. White comenta: “Os animais domésticos conhecem aquele que os alimenta diariamente. Até os seres irracionais sabem onde encontrar seu alimento, e por isso sentem certo carinho pela pessoa que os sustenta” Comentário Bíblico Adventista, vol. 4, pág. 137 (edição em espanhol).
Noutro pensamento surpreendente ela diz: “A inteligência apresentada por muitos mudos animais chega tão perto da inteligência humana, que é um mistério. Os animais vêem e ouvem, amam, temem e sofrem. Eles se servem de seus órgãos muito mais fielmente do que muitos seres humanos dos seus. Manifestam simpatia e ternura para com seus companheiros de sofrimento. Muitos animais pelos que deles cuidam uma afeição muito superior á que é manifestada por alguns membros da raça humana. Criam para com o homem apegos que se não rompem à custa de grandes sofrimentos de sua parte”- A Ciência do Bom Viver, págs. 315 e 316.
Como a Bíblia não nos dá maiores detalhes sobre o destino dos animais que aqui viveram conosco, resta-nos aguardarmos as surpresas que estão nos esperando nos Céus, quando Deus irá colocar uma imensa variedade de animais a nossa disposição, com os quais poderemos brincar e apegar-nos sem medo de uma separação.
Via Biblia

0 comentários:

Postar um comentário

▲ TOPO DA PÁGINA